Início

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Raio X: Grande ativista Milk - Parte II

Mudando políticas

No no final dos sessenta, a Society for Individual Rights (SIR) e a Daughters of Bilitis (DOB) começaram a lutar contra a perseguição da polícia em relação aos bares gays e indução à prática de crimes em São Francisco. Sexo oral era ainda um delito grave, e em 1970, quase 90 pessoas na cidade foram presas por causa disso. Sujeitos a despejo se surpreendidos tendo relações homossexuais em um apartamento alugado, e relutantes em enfrentar prisão em bares gays, alguns homens passaram a ter relações sexuais em parques públicos à noite. O prefeito Alioto pediu que a polícia concentrasse sua atenção nos parques, esperando que a decisão agradasse a arquidiocese e a seus apoiadores católicos. Em 1971, 2.800 homens gays foram presos devido a sexo em público em São Francisco. Para comparação, Nova Iorque regstrou somente 63 prisões pela mesma ofensa naquele ano. Toda a apreensão por acusações morais requeria o registro como agressão sexual.

Phillip Burton e seus companheiro politicos

O congressista Phillip Burton, o membro da Assembleia Willie Brown, e outros políticos da Califórnia reconheceram a influência e a organização crescentes dos homossexuais na cidade, e cortejaram seus votos participando de reuniões de organizações gays e lésbicas. Brown propôs a legalização do sexo consentido entre adultos em 1969 mas não teve sucesso.
A SIR também foi procurada pela popular supervisora moderada Dianne Feinstein em sua tentativa para eleger-se prefeita, em oposição a Alioto. O ex-policial Richard Hongisto trabalhou por dez anos para mudar a visão conservadora do Departamento de Polícia de São Francisco, e também apelando ativamente à comunidade gay, que respondeu levantando fundos significativos para sua campanha para xerife. Embora Feinstein fosse malsucedida, a vitória de Hongisto em 1971 mostrou o peso político da comunidade gay.
A SIR tinha-se tornado poderosa o bastante para manobras políticas. Em 1971, os membros da SIR Jim Foster, Rick Stokes e o editor da Advocate David Goodstein criaram o Clube Democrático Memorial Alice B. Toklas, conhecido como simplesmente como o "Alice". O Alice aproximou-se de políticos liberais para persuadi-los para patrocinar projetos de lei, o que provou ser uma estratégia bem sucedida quando em 1972 Del Martin e Phyllis Lyon obtiveram apoio de Feinstein para uma norma que proibisse a discriminação de emprego com base na orientação sexual. O Alice escolheu Stokes para concorrer a uma vaga relativamente sem importância no comitê educacional da comunidade. Embora Stokes tenha recebido 45.000 votos, ele esteve quieto, despretensioso, e não ganhou. Foster, entretanto, rumou à proeminência nacional ao ser o primeiro homem abertamente gay a falar em uma convenção política. Seu discurso na Convenção Nacional dos Democratas de 1972 assegurou que sua voz, de acordo com políticos de São Francisco, fosse aquela a ser ouvida quando quisessem opiniões, e especialmente os votos, da comunidade gay.
Um dia em 1973 um funcionário estatal entrou na loja de Milk, Castro Camera, informando que ele devia 100 dólares pelo imposto sobre vendas. Milk ficou incrédulo e trocou gritos com o homem sobre os direitos dos proprietários das empresas; depois que se queixou por semanas em repartições estatais, a quantia foi reduzida a 30 dólares. Milk mostrava sua insatisfação quanto às prioridades do governo quando um professor entrou em sua loja para pedir um projetor porque o equipamento nas escolas não estava funcionando. Os amigos igualmente recordam de que na mesma época tiveram que impedi-lo de chutar a televisão quando o Procurador-Geral dos Estados Unidos John N. Mitchell deu as consistentes respostas "Eu não me recordo" durante as audiências do caso Watergate no Senado dos Estados Unidos.
Milk decidiu que tinha chegado a hora de concorrer para supervisor da cidade. Ele disse mais tarde, " Eu finalmente cheguei ao ponto onde eu sabia que eu tinha que me envolver ou calar a boca ".

Harvey Bernard Milk começa sua campanha

0 comentários: